Postado por: ジャパンホッパーズ編集部(Japan Hoppers Editors) 23 Jan 2016

Monte Fuji, a brilhar como um diamante

Monte Fuji, a brilhar como um diamante © N. Nomura

Entre os inúmeros locais turísticos em Tóquio, um dos que tem uma popularidade sólida é o Monte Takao. Fica a cerca de 1 hora de Shinjuku e permite aos visitantes desfrutar de montanhismo clássico enquanto desfrutam da natureza abundante da montanha. Desde Outubro de 2015, a estação mais próxima, a de Takaosanguchi, foi renovada e foi aberta uma nova instalação de onsen, o que torna o Monte Takao num local ainda mais agradável para visitar.

Embora seja possível desfrutar do Monte Takao em qualquer altura do ano, gostaríamos de apresentar o “Diamante Fuji”, um fenómeno natural que apenas é visível no final de Dezembro. A época do Diamante Fuji muda consoante o ano, pelo que deve visita a página oficial do Monte Takao antes de visitar. (Em 2015, ocorreu de 19/12 a 24/12 às 16h30.) website link

Subindo a montanha

O Monte Takao tem 8 percursos de montanhismo diferentes, do principiante ao avançado, mas, fique descansado/a, pois mesmo que não possa subir a montanha de todo, existem teleféricos até ao topo. Para a nossa viagem, fomos pelo percurso nº1 para chegar ao topo. O percurso nº1 tem uma estrada pavimentada, pelo que é fácil de subir mesmo para os completos principiantes. No final de Dezembro, existem apenas umas últimas folhas nas árvores.

A cerca de 1 hora de caminho pela estrada está um templo budista chamado Yakuo-in. Ao visitar o santuário, você irá ser recebido por uma estátua de um tengu, uma criatura mitológica japonesa com um longo nariz, que se diz ter vivido no Monte Takao.

Chegando ao topo

Depois de cerca de 2 horas a subir, chegámos ao topo da montanha, onde dá para ver toda a cidade de Tóquio. O templo é particularmente limpo durante o Inverno, pelo que pode dar para ver até a TokyoSkyTree a 60km de distância.

Claro que vai ver o magnífico Monte Fuji à distância coberto por uma ligeira camada de neve. Só a paisagem do Monte Fuji faz valer a viagem. No topo da montanha, embora ainda faltassem 2 horas para o pôr-do-Sol, havia muitos visitantes a montar os tripés das câmeras e a respirar o ar gélido.

Passámos duas horas à espera e a aquecer os nossos corpos com uma refeição quente de noodles de sobá de vegetais selvagens, uma especialidade do Monte Takao. Finalmente, o Sol tinha-se posto consideravelmente às 16h e estava a tocar no Monte Fuji.

Durante cerca de 30 minutos, o Sol começou lentamente a tocar no Monte Fuji (claro que não está realmente a tocar nele).

Finalmente, às 16h33, o Diamante Fuji apareceu, para alegria dos visitantes que exclamaram em uníssono!

Às 16h35, o Sol desapareceu lentamente por trás do Monte Fuji e o espectáculo curto-mas-divino chegou ao fim. Aplaudimos o espectáculo natural que tínhamos visto e voltámos rapidamente para a zona de embarque dos teleféricos. Durante o período do Diamante Fuji, o horário dos teleféricos é estendido até às 18h. Também pode descer a montanha sem usar o teleférico, mas fica escuro muito rapidamente depois do pôr-do-Sol, pelo que tem de levar uma lanterna.

O encantador Inverno do Monte Takao

O Monte Takao é um local onde se pode desfrutar das épocas do Japão enquanto se faz montanhismo e observar o símbolo do Japão, o Monte Fuji, a brilhar como um diamante. Existem outros locais onde se pode ver o Diamante Fuji, contudo há poucos na área metropolitana de Tóquio onde se pode ver essa magnífica paisagem. Se vai visitar Tóquio em meados ou finais de Dezembro, por que não ver a “Jóia do Japão” que não pode ser vista noutra altura?

Para informação sobre como chegar ao Monte Takao, por favor visite as páginas relacionadas ao fundo da página.



ジャパンホッパーズ編集部 / Japan Hoppers Editors

ジャパンホッパーズ編集部 / Japan Hoppers Editors

O departamento editorial do Japan Hoppers apresenta-lhe todas as novidades do Japão.


Marcadores